O Ministro das Relações Exteriores foi condecorado com a Legião de Honra.

JPEGEm nome do Presidente da República francesa, o Embaixador Denis Pietton condecorou, o dia 22 de outubro de 2014 com as insígnias de Grande Oficial da Legião de Honra, o Ministro brasileiro das Relações Exteriores, Senhor Luiz Alberto Figueiredo Machado. A cerimônia foi realizada na Residência do Embaixador da França em Brasilia. O Senhor Denis Pietton fez o seguinte pronunciamento na ocasião:

"Senhor Ministro,

É uma grande honra para mim, para a Embaixada da França no Brasil e para todos os meus colaboradores, que o senhor tenha aceitado receber, na residência da França em Brasília, as insígnias de Grande Oficial da Legião de Honra.

Senhor Ministro, esta distinção é um ato de reconhecimento da trajetória de um diplomata excepcional que chegou ao cargo diplomático mais alto, o de Ministro das Relações Exteriores do seu país, cuja carreira profissional o levou a ocupar os cargos mais prestigiosos da diplomacia. Esta distinção representa também o reconhecimento dos méritos de um diplomata que fez muito – e continua a fazer – para o desenvolvimento de excelentes relações de parceria entre o Brasil e a França.

A visita de Estado do Presidente François Hollande ao Brasil no mês de dezembro de 2013, subsequente à visita realizada pela Presidenta Dilma Rousseff à França no ano anterior, não teria sido tão bem sucedida se o senhor não estivesse pessoalmente implicado na sua preparação e na sua realização. O senhor veio à França em março passado e, com o seu homólogo, Laurent Fabius, decidiram intensificar o diálogo político entre a França e o Brasil. O Sr. Fabius tem o projeto de vir em visita oficial ao Brasil, e eu fico muito feliz com o fato de que a decisão que o senhor tomou com o seu homólogo do Quai d’Orsay de desenvolver as relações políticas entre os dois países resulte provavelmente, antes do final desse ano, em consultas políticas de alto nível.

Eu gostaria de aproveitar esta ocasião solene para homenagear o profissionalismo dos nossos colegas do Itamaraty e dizer-lhes que esta embaixada sempre é recebida pelos nossos amigos diplomatas brasileiros da melhor forma possível, mesmo quando se trata das relações entre o Brasil e a Guiana Francesa, que ocupam tanto a direção da Europa! As habilidades destes diplomatas brasileiros são reconhecidas e apreciadas no mundo inteiro, e nós, diplomatas franceses, que temos a oportunidade de poder servir o nosso país no Brasil, somos testemunhas diárias desta qualidade, ao mesmo tempo em que somos os primeiros beneficiários. Eles honram o Brasil. Vossa Excelência, Senhor Ministro, que é originário deste corpo diplomático brasileiro, é o mais digno dos seus representantes e, hoje, o seu maior expoente.

Através da entrega dessa condecoração, criada por Napoleão como um reconhecimento dos serviços dos franceses mais eminentes e como um agradecimento aos estrangeiros que colaboram para que boas relações sejam cultivadas entre a França e o exterior, o Presidente da República Francesa quis saudar a contribuição do Brasil para a construção de um mundo mais pacífico e justo.

O Brasil, que tem fortes valores democráticos e um peso crescente no cenário internacional, defende, de fato, incessantemente, o diálogo, a resolução pacífica dos conflitos, o multilateralismo e uma governança mundial – econômica e política – mais representativa do mundo contemporâneo, que respeite mais os direitos e os deveres de cada um. Nós estamos cientes do valor universal dos princípios que o Brasil defende incansavelmente em todas as instâncias, e nós apreciamos e temos muito respeito pela força do seu engajamento internacional. Este compromisso, que se traduz especialmente pela participação do Brasil nas operações essenciais para manter a paz – no Haiti, no Líbano ou na República democrática do Congo -, que é ilustrado também pela eleição de brasileiros para tomar a frente de importantes organizações internacionais, como a OMC ou a FAO, mostra que o seu país pretende assumir plenamente as suas responsabilidades internacionais.

O senhor mesmo, durante a sua carreira diplomática e, hoje, a frente da diplomacia do seu país, incarna esse compromisso internacional do Brasil. Grande jurista, defensor da legalidade internacional, antigo representante permanente do Brasil nas Nações Unidas, o senhor desempenhou assim um papel determinante no combate crucial para o futuro da humanidade que é a luta contra a mudança climática. Em 2015, quando a França sediará a conferência sobre a mudança climática em Paris, nós precisaremos mais do que nunca dos seus conhecimentos, do seu poder de persuasão e da sua habilidade para a tomada de decisão, para que em Paris, no ano que vem, o mundo consiga dar um passo decisivo na luta contra a ameaça do aquecimento global.

Senhor Ministro, a Legião de Honra que eu lhe entregarei agora marca o reconhecimento da França pelo seu papel no reforço da amizade entre os nossos dois países e, de forma mais geral, pelas suas ações a favor da aproximação entre os povos. Alem da sua pessoa, grande figura política a serviço da nação brasileira, o Presidente da República francesa, Senhor François Hollande, quis saudar e agradecer o Brasil e os brasileiros, um país amigo da França e um povo com o qual temos tantas afinidades.

Luiz Alberto Figueiredo Machado, em nome do Presidente da Republica, e em virtude dos poderes que nos foram concedidos, nós o nomeamos Grande Oficial da Legião de Honra."

- Veja as fotos da cerimônia: https://www.flickr.com/photos/128482029@N03/sets/72157646589129113/

publié le 07/01/2015

haut de la page