Luta contra os grandes tráficos

A luta contra os grandes tráficos é a missão prioritária dos adidos aduaneiros. Abrange tanto os tráficos ilícitos (entorpecentes, contrabando de cigarros, lavagem de dinheiro, falsificações, etc.) como a fraude económica e comercial em relação com a Europa.

Neste âmbito, os adidos aduaneiros exercem uma missão permanente de coleta de informações e de assistência aos serviços de investigação no intuito de detectar os diversos tráficos ilícitos. Servem de interface entre os serviços aduaneiros franceses e os seus homólogos estrangeiros. Como tal, trabalham em estreita relação com a Direção Nacional da Inteligência e das Investigações Aduaneiras (DNRED), o Serviço Nacional de Aduana Judiciária (SNDJ) mas também TRACFIN (Célula de Monitoramento dos Circuitos Financeiros Clandestinos).

O serviço das aduanas francesas no Brasil mantém excelentes relações, no domínio da sua competência, com as diferentes direções dos serviços de luta contra a fraude, quer se trate da Receita Federal, da Polícia Federal, de serviços implicados na vigilância dos portos e aeroportos, desenvolvendo, entre outros, programas de cooperação e de intercâmbio.

No âmbito da luta contra o tráfico ilícito de entorpecentes, a troca de informações com as instituições brasileiras responsáveis pelo combate contra este flagelo é permanente, nomeadamente a nível dos portos e dos aeroportos.

No intuito de cumprir a sua missão, a aduana francesa aceita qualquer tipo de informação relativa ao narcotráfico e ao contrabando em geral. Qualquer pessoa que pretenda oferecer este tipo de informação de forma confidencial pode entrar em contato com o posto ; indicando um nome e um número de telefone, caso seja necessário obter nformações mais precisas e caso a referida informação induza à concessão de uma recompensa financeira que a aduana francesa é legalmente capaz de pagar para qualquer pessoa na origem de ma informação determinante.

publié le 17/06/2016

haut de la page