Herman Diephuis

JPEG - 304.5 KB
Herman Diephuis, Bang !@Claudio Rey

APRESENTAÇÃO DO ESPETÁCULO « BANG! » (2014)

“Bang! traduz o som de uma detonação, de uma explosão. Bang é a tradução neerlandesa do estado de medo, o tema da peça. Há o medo que nos atrai e nos excita: buscar sensações fortes, estremecer diante de um filme de horror, dar livre curso ao imaginário, sentir medo pelo prazer de sentir, o medo como jogo.
Há também o medo que apavora. Os medos infantis: medo de fantasma, de ruídos, do lobo mau, do escuro. E os medos existenciais: medo do outro, da diferença, da solidão, da morte. Em Bang! exploramos o medo em todas suas facetas, sua fisicalidade, sua sonoridade e aquilo que ele atrai em nosso imaginário coletivo e individual, evitando-se a caricatura e o figurativo ingênuo.
O tema do medo será tratado com senso de humor e de absurdo sem medo de nossos medos e de colocá-los a nu.” Herman Diephuis

Espectáculo programado no âmbito do MID, Movimento Internacional de Dança (Curadoria : Anita Mathieu – Diretora de Rencontres chorégraphiques internationales de Seine-Saint-Denis, França)

APRESENTAÇÕES:

Belo Horizonte
>CCBB
01 e 02/10/2016
Praça da Liberdade, 450 - Funcionários, Belo Horizonte – MG - (31) 3431-9400 

Brasilia
>CCBB
12/10/2016
SCES Trecho 2, Lote 22 - Asa Sul, Brasília – DF - (61) 3108-7600

www.movimentoid.com.br

FICHA TÉCNICA
Concepção e coreografia: Herman Diephuis
Colaboração e interpretação: Mélanie Giffard e Dalila Khatir
Luz: Sam Mary
Som: Severine Krouch
 
Produção: Association ONNO
Coprodução: Le Forum, Scène Conventionnée de Blanc-Mesnil
Com apoio da SACD – Association Beaumarchais

JPEG - 373.2 KB
Herman Diephuis, Bang !@ClaudioRey

BIOGRAFIA DE HERMAN DIEPHUIS

Nascido em Amsterdam, formado em Mudra, Herman Diephuis já foi intérprete de vários coreógrafos, como Mathilde Monnier, François Verret, Jérôme Bel, Xavier Le Roy, Alain Buffard, Stéphanie Aubin, antes de fundar sua companhia, a associação ONNO, em 2004, para criar suas próprias coreografias, entre as quais D’après J.-C., Dalila et Samson, Paul est mort?, Ciao bella, All of me e Let it be me, Objet principal du voyage, Bang ! et CLAN.
Paralelamente, desenvolveu projetos de criação com amadores e propostas em locais atípicos, como parques e museus.

+ INFOS:
- www.hermandiephuis.com

publié le 29/09/2016

haut de la page