COP21 - França crê em acordo, mas teme texto fraco.

GIFO maior temor da França em relação à conferência do clima das Nações Unidas em Paris, em dezembro, não é que não se chegue a um acordo climático global, e o evento reedite o fracasso da conferência de Copenhague, em 2009. "Minha maior preocupação é conseguir que o acordo seja forte, seja ambicioso", diz Laurence Tubiana, a negociadora-chefe francesa, em entrevista exclusiva ao Valor Pro, serviço de informação em tempo real do Valor.

Laurence Tubiana, braço direito de Laurent Fabius, ministro das Relações Exteriores e presidente da COP-21, esteve no Brasil por 30 horas, na semana passada. ncontrou-se com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e com o chefe dos negociadores brasileiros, embaixador José Marcondes de Carvalho. Veio discutir a visão do governo brasileiro sobre o acordo e ver se a França pode contar com a ajuda do Brasil em mediar conflitos e acertar posições entre os países no evento de Paris.

- Leia aqui a entrevista, na íntegra

publié le 30/06/2015

haut de la page