Floresta Amazônica: o primeiro inventário em larga escala revela uma hiperdominância de 227 espécies de árvores

GIF

Um estudo internacional do qual participaram cientistas do IRD (Institut de recherche pour le développement), INRA (Institut national de la recherche scientifique), CNRS (Centre national de la recherche scientifique) e CIRAD (Centre de coopération internationale en recherche agronomique pour le développement), com o apoio do herbário IRD da Guiana, acaba de apresentar o primeiro inventário em larga escala de árvores da bacia amazônica. Os pesquisadores mostram que a primeira floresta tropical úmida do mundo é composta de aproximadamente 390 bilhões de arvores pertencentes a aproximadamente 16.000 espécies diferentes. Eles revelam que somente 227 espécies são hiperdominantes e representam mais da metade das árvores da Amazônia. Esses resultados, que permitiram igualmente estimar em 11.000 o número de espécies raras, foram publicados em 18 de outubro de 2013 na revista Science, na forma de um artigo resumo.

Leia na íntegra o artigo, em inglês...

publié le 18/09/2014

haut de la page