Fabrice Ramalingom

JPEG - 6.2 MB
Fabrice Ramalingom, Hyperterrestres@ Emilie Renck

APRESENTAÇÃO DO ESPETACULO « HYPERTERRESTRES » (2015)

Um convite para uma viagem nas profundezas de si e do esquecimento, onde, como num mergulho, a opacidade e a espessura de súbito revelam, pela mínima mudança de movimento corporal, luzes, sons, sensações enterradas e surpreendentes.
Ramalingom e Lachambre procuram o que há em seus abismos. O processo do espetáculo é um movimento que vacila entre a resistência e a fusão. O relaxamento tranquiliza os corpos que parecem querer se harmonizar no esgotamento do transe.
Fabrice, a «metamorfose», Benoît, o «brilho»... O encontro dual mostra-se agora inevitável; até então acontecia de modo subjacente.
Grunhidos de corpos com tensões terrestres... 

APRESENTAÇÕES :

Fortaleza
>Teatro Centro Dragão do Mar
26/10
Bienal de Dança do Cearà

Natal
>Teatro Parnamirim
29/10
Av. Castor Viêira Régis, 268 - Cohabinal, Parnamirim - RN, 59140-670 Natal

Recife
> Teatro Apolo
01/11
Festival CumpliCidades
www.cenacumplicidades.com

FICHA TECNICA
Coreografia, interpretação: Benoît Lachambre e Fabrice Ramalingom
Composição e performance musical ao vivo: Hahn Rowe
Assistente e dramaturgo: Matthieu Doze
Cenografia: Emmanuelle Debeusscher
Luz: Maryse Gautier
Figurinos: Alexandra Bertaut
Coach vocal: Su-Feh Lee
Direção técnica: Romain de Lagarde

Produtor: Par B.L.eux
Produtor delegado - França : R.A.M.a
Coprodução: Festival Montpellier Danse (França), Festival TransAmériques - Montréal (Canadá), CDC Uzès Danse (dentro da residência R.A.M.a 2012 -2015, França), Musée de la Danse – Centre Chorégraphique National de Rennes et de Bretagne (França), Centre Chorégraphique National de Franche Comté à Belfort (França), Ménagerie de Verre (França), CALQ (Canadá). Com o apoio da Usine C , no quadro de seu programa de artistas em residência de criação.

JPEG - 1.5 MB
Fabrice Ramalingom, Conférence dansées@GeraldinePerrierDoron

APRESENTAÇÃO DO ESPETACULO « CONFERENCE DANSEE » (2011)

CONFÉRENCE DANSÉE, uma singular história da dança
Contada e dançada por Fabrice Ramalingom

O objetivo desta «singular história da dança» é oferecer ao público conhecimentos sensíveis e históricos para uma melhor apreciação da dança contemporânea. Fabrice Ramalingom evocará momentos da arte coreográfica, de Luís XIV aos dias atuais, e apresentará vídeos de coreógrafos e de coreografias famosas que deram sustentação ao pensamento da dança, dos modernos aos contemporâneos.
Fabrice Ramalingom falará de seu percurso singular e evocará as figuras emblemáticas que o inspiraram, de Travolta a Trisha Brown, de Claude François a Dominique Bagouet, a fim de tentar transmitir os fundamentos constitutivos da dança de hoje.
A exposição de Fabrice terminará com uma improvisação.

Esta não será nem uma peça de dança contemporânea, nem um peça de hip-hop, mas um espaço propício à experimentação do encontro dessas disciplinas. Um convite ao deslocamento: eu na direção deles, eles na minha direção, e que esse deslocamento crie um espaço de desafio em que a dança não impeça a revelação da intimidade de cada um desses homens, que o virtuosismo não os oculte, mas esteja a serviço de um propósito: um testemunho profundo, singular e sincero de três homens, bailarinos de talento, de sua relação com o corpo, com o outro, com o mundo, com o político, com o íntimo.

APRESENTAÇÕES :

Fortaleza
Aliança Francesa
22/10

Natal
Aliança Francesa
27/10

Recife
Aliança Francesa
31/10

João Pessoa
Usina Cultural Energisa (Sala Wladmir)
02/11

Porto Alegre
Sesc centro
19/10

São Paulo
Université Anhembi
Teatro Experimental Anhembi Morumbi
17/10

FICHA TECNICA
Coreografia: Fabrice Ramalingom
Interpretação: Eduardo Hermanson, Rennan Fontoura, Tito Lacerda
Luz: Maryse Gautier
Direção Técnica: Romain de Lagarde

APRESENTAÇÃO DO ESPETACULO « NOS » (2017)

Esta não será uma peça de dança contemporânea, nem de hip-hop, mas um espaço aberto propício à experimentação do encontro desses dois gêneros. É um convite ao deslocamento: eu na direção deles, eles na minha direção. Que esse deslocamento crie um espaço de desafio em que a dança não impeça a revelação da intimidade de cada um desses homens, que o virtuosismo não os oculte e, sim, esteja a serviço de um propósito: um testemunho profundo, singular e sincero de três bailarinos de talento, da relação que eles têm com o corpo, com o outro, com o mundo, com o político, com o íntimo.

ENSAIOS
Ensaios com 3 bailarinos brasileiros no Centro Coreógrafico do Rio de Janeiro, de 15 a 2 de dezembro.

FICHA TECNICA
Coreografia: Fabrice Ramalingom
Intérpretes: Eduardo Hermanson, Rennan Fontoura, Tito Lacerda
Luz: Maryse Gautier
Produção: R.A.M.a

BIOGRAFIA DE FABRICE RAMALINGOM

Bailarino, coreógrafo, pedagogo, conselheiro artístico, formado pelo Centre National de la Danse Contemporaine d’Angers, Fabrice Ramalingom começou sua carreira no Centre Chorégraphique National de Montpellier, onde trabalhou com Dominique Bagouet e Trisha Brown.
Em 1993, criou com Hélène Cathala, a companhia La Camionetta, e em 2002, com um coletivo de cinco artistas, o Changement de Propriétaire, lugar alternativo de produção e criação.
Em 2006, fundou sua própria companhia, R.A.M.a. Assinou 11 peças que são também pretextos/espaços em que ele ama convocar paradoxos, tais como o homem e o animal, a comunidade e a individualidade, a presença e a ausência.
Em 2010/2011, Fabrice foi o primeiro artista a se associar à Agora, cidade internacional da dança em Montpellier. A partir de 2012, tornou-se artista associado ao CDC Uzès Danse para um período de 3 anos.

R.A.M.a / compagnie chorégraphique Fabrice Ramalingom
R.A.M.a conta com apoio de DRAC Languedoc-Roussillon-Midi-Pyrénées/Ministère de la Culture et de la Communication, de Région Languedoc-Roussillon-Midi-Pyrénées e da Cidade de Montpellier.
E também do Réseau en Scène Languedoc-Roussillon, dentro do quadro de apoio à mobilidade das companhias coreográficas.

+ INFOS : http://www.rama.asso.fr/

publié le 12/10/2016

haut de la page