Entrega da condecoração de Cavaleiro da Legião de Honra à Sra. Niède Guidon

No dia 8 de abril, o Embaixador da França no Brasil entregou as insígnias de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra à Niède Guidon, historiadora que descobriu e defende sítios rupestres excepcionais no Brasil (...).

No dia 8 de abril, o Embaixador da França, Sr. Denis Pietton, entregou as insígnias de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra à Sra. Niède Guidon , arqueóloga franco-brasileira que se dedica há 50 anos à arqueologia pré-histórica.
Licenciada pela USP (Universidade de São Paulo), a Sra. Niède Guidon morou na França nos anos 60, durante a ditadura militar. Ela se formou com o grande mestre da arqueologia francesa, André Leroi-Gourhan. Ela também se tornou educadora-pesquisadora junto ao CNRS (Centro Nacional de Pesquisa Científica), e mestre de conferências junto à EHESS (Escola de Altos Estudos de Ciências Sociais de Paris). Ela construiu uma troca científica excepcional entre a França e o Brasil.

Há 40 anos, a Sra. Niède Guidon contribui com o sítio de São Raimundo Nonato, no Piauí, onde liderou grandes descobertas mundialmente reconhecidas, descobrindo em 1991, vestígios de mais de mais de 25.000 anos, que questionam as teorias norte-americanas de então sobre a data da chegada dos primeiros habitantes no continente americano há 13.000 anos.
Ela criou o Parque da Serra da Capivara, o único parque americano na lista da UNESCO considerado como patrimônio histórico mundial, e pelo qual ela continua lutando pela sua sobrevivência.

Discurso pronunciado pelo Embaixador por ocasião da entrega das insígnias de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra à Sra. Niède Guidon

JPEG

publié le 16/04/2014

haut de la page