Discurso de condecoração de Cavaleiro da ordem nacional do mérito agrícola a Sr. Jacyr Costa Filho Diretor da divisão Brasil do grupo Tereos e Presidente do CA de Guarani Brasília, 8 de junho de 2016

Senhor Diretor e Presidente, Caro Jacyr,
Excelentíssimos senhores Senadores e Deputados,
Excelentíssimo senhor Ministro da agricultura,
Senhoras e senhores presidentes, diretores e colegas,

É um grande prazer e uma honra recebê-los hoje na residência da França para a condecoração do Senhor Jacyr Costa.

Como os senhores já sabem, o Brasil e a França são países para os quais os setores da agropecuária e da agroindústria são de grande importância econômica, tanto em termos de PIB, quanto de emprego, exportação e desenvolvimento territorial.

E, dentro desses setores, a cadeia de produção do açúcar e do etanol tem um papel de alta relevância, pois ela agrega valor, produz energia renovável e cria muitos empregos em ambos os países.

O Brasil é o líder mundial da produção de açúcar e tem uma participação de quase 50% no mercado mundial de açúcar. A França é o primeiro produtor de açúcar na Europa, e décimo produtor mundial, sendo o primeiro produtor de açúcar de beterraba no mundo.

Quinze anos atrás, uma empresa francesa, o grupo Tereos - sobre o qual o Senhor Jacyr falará melhor depois –foi o primeiro grupo estrangeiro que decidiu fazer investimentos sólidos no setor sucroenergético brasileiro, mantendo, ao mesmo tempo, a importante posição que havia conquistado na França e na Europa.

Hoje o grupo Tereos é a maior cooperativa agrícola da França, composta por cerca de 12.000 produtores rurais, sendo assim o terceiro maior produtor de açúcar no mundo.
Só no setor sucroenergético, o grupo possui nove (9) usinas no Norte da França que produzem açúcar a partir da beterraba, duas (2) usinas no Oceano Indiano (ilha da Reunião) que extraem o açúcar da cana de açúcar, uma (1) usina no Moçambique, e sete (7) usinas no Brasil que também produzem açúcar a partir da cana de açúcar.

Estas últimas estão localizadas na região noroeste do estado de São Paulo (no qual o grupo também possui uma usina de amidos). O Brasil representa 20% do faturamento da empresa.

O grupo Tereos, sempre na vanguarda da inovação, da excelência e da competitividade, está produzindo riqueza, energia renovável, empregos e oportunidades em nossos países. Está também contribuindo para o abastecimento do mundo com produtos cuja demanda cresce cada vez mais.

Além disso, o grupo está contribuindo para o fortalecimento da parceria estratégica que existe entre a França e o Brasil, na qual os investimentos e intercâmbios tecnológicos exercem um papel crucial. Hoje mais de 800 empresas francesas estão presentes no Brasil, com mais de 100 filiais nos setores da agropecuária, da indústria agroalimentar, dos insumos, e dos equipamentos. O grupo Tereos faz parte dessas empresas francesas que contribuem para o crescimento do Brasil e para o seu posicionamento no ranking dos países líderes do comércio mundial agrícola.

Senhor Jacyr Costa,

Conforme o costume, falarei um pouco agora sobre a sua trajetória.

O senhor nasceu no dia 2 de maio de 1957 ( em Marília, no estado de São Paulo.
Formou-se em engenharia civil e administração de empresas na Universidade Mackenzie, e fez uma especialização em marketing no International Institute for Management Development – IMD – de Lausanne na Suíça.

O senhor construiu uma carreira brilhante no setor de açúcar e etanol no Brasil.
Entre 2007 e 2013 , o senhor foi Presidente Diretor Geral da Guarani SA. Agora é Diretor da Divisão Brasil do grupo Tereos e segue como Presidente do Conselho de Administração da Guarani.

O senhor é também Presidente do SIFAESP (Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no estado de São Paulo), Presidente do Comitê de Agronegócio da ABAG (Associação brasileira do Agronegócio) e membro do Conselho Consultivo da UNICA (União da Indústria de Cana de Açúcar).

Durante o exercício de suas diferentes funções, o senhor foi e continua sendo um dos principais atores do fortalecimento do grupo Tereos no Brasil, e das parcerias tecnológicas entre a França e o Brasil no setor sucroenergético.

Senhor Diretor e Presidente, Caro Jacyr Costa,

Pelo seu empenho em prol do desenvolvimento de um setor de atividade de tamanha relevância para o Brasil, para a França e para o mundo, e por sua ação em favor das parcerias entre ambos os países,

Em nome do ministro da Agricultura, do Agroalimentar e da Floresta, nós o tornamos Cavaleiro da Ordem do Mérito Agrícola.

publié le 10/06/2016

haut de la page