David Wampach

JPEG - 3 MB
David Wampach, SACRE@V.Archeno

APRESENTAÇÃO DO ESPETÁCULO « SACRE » (2011)

Se com SACRE David Wampach enfrenta a peça de Stravinsky é para melhor transpô-la à condição de duo. Neste trabalho, o que interessa ao coreógrafo é o estado de êxtase, torpor, embriaguez. Pequenos fragmentos narrativos evocam aqui e ali os fulgores místicos do Sacre original, mas Wampach se concentra na tensão entre o corpo e o espaço. Assim, dois personagens percorrem com passos largos e decididos um espaço nu e frio. O arquejar que move seus corpos atinge os limites de uma performance respiratória e acaba se transformando em música. A partitura é radicalmente expulsa. Da mítica Sagração resta apenas o ritmo desenfreado, crescente, até o golpe de misericórdia final que não é o clássico sacrifício da eleita. Criação de inventividade e fúria fascinantes, uma releitura de um viés estético singular

Espectáculo programado no âmbito do MID, Movimento Internacional de Dança (Curadoria : Anita Mathieu – Diretora de Rencontres chorégraphiques internationales de Seine-Saint-Denis, França)

APRESENTAÇÕES :

Belo Horizonte
>CCBB
09 e 10/10
Praça da Liberdade, 450 - Funcionários, Belo Horizonte – MG - (31) 3431-9400

Brasília
>CCBB
15 e 16/10
SCES Trecho 2, Lote 22 - Asa Sul, Brasília – DF - (61) 3108-7600

São Paulo
>Sesc
Entre 18 e 21/10 *
www.sescsp.org.br/

Fortaleza
>Teatro Centro Dragão do Mar
23/10
Bienal de Dança do Cearà

*datas a confirmar

www.movimentoid.com.br

FICHA TÉCNICA

Coreografia: David Wampach
Figurinos: Rachel Garcia e Laurence Alquier
Som: Mikko Hynninen
Direção técnica: Gaëtan Lebret
Dança:Tamar Shelef et David Wampach com a participação de Yannick Delval, Chiara Gallerani, Johanna Korthals Altes, Enora Rivière, Mark Tompkins e Christian Ubl
Agradecimento: Dominique Brun
Produção e divulgação: Sabine Seifert

Produção: Association Achles
Coprodução: Festival Montpellier Danse, Centre National de la Danse - Pantin, Centre Chorégraphique National de Franche-Comté à Belfort, le Cratère - Scène Nationale d’Alès

GIF

Com o apoio de : Fondation d’Entreprise Hermès, Tanzquartier (Viena) e ADC (Genebra), dentro do quadro do Modul-dance, e la Ménagerie de Verre, dentro do quadro de Studiolabs e também do Centre Chorégraphique National Montpellier Languedoc-Roussillon
Residência : CNDC - Centre National de Danse contemporaine d’Angers

A Association Achles é subvencionada pela Direction Régionale des Affaires Culturelles Languedoc-Roussillon, a título de apoio à companhia, pela Région Languedoc-Roussillon e pela Cidade de Montpellier.
É regularmente mantida pelo Réseau en Scène Languedoc-Roussilon e pelo INSTITUT FRANÇAIS em suas turnês.

JPEG - 800.7 KB
David Wampach, BATTERIE@FannyLacour

APRESENTAÇÃO DO ESPETÁCULO « BATTERIE » (2008)

BATTERIE é um encontro, um duo entre um baterista e um bailarino.
BATTERIE é um instrumento ou um conjunto de instrumentos, de música ou de cozinha.
BATTERIE é uma série de movimentos com bater de pernas.
BATTERIE é aquilo que se recarrega ou está descarregado.
BATTERIE é a origem das palavras Bombordo e Estibordo, que distinguem a esquerda e a direita de um navio. Bombordo é a esquerda, e Estibordo a direita.

Espectáculo programado no âmbito do MID, Movimento Internacional de Dança (Curadoria : Anita Mathieu – Diretora de Rencontres chorégraphiques internationales de Seine-Saint-Denis, França)

APRESENTAÇÕES :

Belo Horizonte
>CCBB
07/10
Praça da Liberdade, 450 - Funcionários, Belo Horizonte – MG - (31) 3431-9400

Brasília
>CCBB
12/10
SCES Trecho 2, Lote 22 - Asa Sul, Brasília – DF - (61) 3108-7600

www.movimentoid.com.br

FICHA TÉCNICA

Dança: David Wampach
Bateria: baterista local 
A Association Achles é subvencionada pela Direction Régionale des Affaires Culturelles Languedoc-Roussillon, a título de apoio à companhia, pela Région Languedoc-Roussillon e pela Cidade de Montpellier.
É regularmente mantida pelo Réseau en Scène Languedoc-Roussilon e pelo Institut français em suas turnês.
David Wampach é artista associado a Cratère - Scène nationale d’Alès e a Uzès Danse CDC.

BIOGRAFIA DE DAVID WAMPACH

O viés artístico pessoal de David Wampach o faz integrar a Association Achles. Após o duo D ES R A (2003), assinado também por Pierre Mourles, e o solo CIRCONSCRIT (2004), ele criou BASCULE (2005), QUATORZE (2007), AUTO (2008), BATTERIE (2008) e BATTEMENT (2009).
Em 2011, Wampach criou duas novas peças com referência aos Ballets Russes: CASSETTE, uma releitura de Quebra-Nozes, e SACRE, baseada em A Sagração da Primavera, apresentada no Festival Montpellier Danse 2011. Nesse mesmo ano, foi premiado em Villa Kujoyama, Kioto, Japão. Em 2012 et 2013, dá sequência a seu trabalho sobre rituais e transe, realizando seu primeiro curta-metragem, RITE, um prolongamento de peça SACRE, e cria o solo TOUR, no qual ele apresenta um ser primal tomado pelo ritmo do fluxo respiratório, compondo um retrato visual e sonoro.
Em 2014, criou o duo VEINE, por ocasião do festival de artes de rua Cratère Surfaces, organizado por Le Cratère, Scène Nationale d’Alès, do qual é artista associado desde 2012. Sua nova peça, URGE, foi criada por ocasião do festival Montpellier Danse 2015.
Paralelamente, David Wampach participa de atividades de formação, como ex.e.r.ce, no Centre Chorégraphique National de Montpellier, a formação EMFOCO, em Concepción, Chile, e danceWEB, no quadro do festival ImPulsTanz, que o convidou para mentor em 2014.

+ INFOS :

www.davidwampach.fr

https://www.facebook.com/david.achles

publié le 06/10/2016

haut de la page