A experiência francesa e o Plano Nacional de Adaptação do Brasil

PNG

Dando continuidade ao Plano de Energia e Mudanças Climáticas (PEMC) que está sendo desenvolvido em Minas Gerais, a ADEME e a Enviroconsult participaram dos trabalhos do Núcleo de Articulação Federativa para o Clima para a elaboração do Plano Nacional de Adaptação às Mudanças Climáticas, em Belo Horizonte, nos dias 11 e 12 de setembro. Nessa ocasião, o Ministério do Meio Ambiente do Brasil recebeu contribuições de Estados federados, bem como de representantes do Peru, da França e da Alemanha. Os 16 Estados federados ali presentes proporcionaram uma visão sistemática a respeito da diversidade de biomas e de culturas que compõem o Brasil.

Esses dois dias de trabalho tinham por objetivo submeter o Plano Nacional de Adaptação à contribuição dos Estados, com um foco particular sobre a articulação entre os diferentes níveis de gestão no Brasil. Assim, a ADEME teve a oportunidade de apresentar a governança francesa de adaptação às mudanças climáticas e de compartilhar sua experiência, sua estratégia e os desafios encontrados na promoção do engajamento de coletividades territoriais francesas na questão.

O evento também representou a oportunidade de se apresentar os trabalhos referentes à adaptação às mudanças climáticas realizados no quadro do PEMC-MG, fruto da cooperação entre a Agência Francesa de Desenvolvimento, a região de Nord-Pas de Calais, a ADEME, e o Estado de Minas Gerais: seu diagnóstico de vulnerabilidade, sua estratégia de adaptação e seu plano de adaptação em execução. Minas Gerais é o primeiro Estado brasileiro a adotar esses elementos, disponíveis na página do PEMC-MG, no seguinte link: http://pemc.meioambiente.mg.gov.br/pt/perfil-do-estado/adaptacao

JPEG

publié le 24/09/2014

haut de la page