26º Café Cientifico - “As políticas sociais brasileiras: o que está em jogo?”, 09/11 - 19h00

Nos últimos vinte anos, a América Latina tem sido considerada laboratório de políticas sociais. Nesse período, e mais particularmente no contexto das “novas” políticas sociais brasileiras, observou-se o que pode ser chamado de dispositivo de “governo moral dos pobres”. Nessa abordagem, numa perspectiva intersetorial, esse dispositivo de governo é composto por um leque de políticas setoriais que vão da assistência à repressão, passando pelo cuidado e a educação. Além da hibridação dessas políticas entre o Estado, o mercado e a “sociedade civil organizada”, se caracteriza por alguns mecanismos transversais, como as “privatizações cruzadas” e o controle das condicionalidades – o “direito” de uma política configurando-se como a condicionalidade de outra. Essas políticas podem levar, por um lado, nas suas formas de concretização, à “formas combinadas de dominação”, isto é, imbricações entre formas de discriminação de classe, gênero, raça/etnia e geração. Pelo outro, as políticas de PTR (Programas de Transferência da Renda), e o aumento continuo do salário mínimo desde 2003, provocou uma redução drástica da pobreza e a construção de novas perspectivas em termos de ascensão para a assim chamada “classe C”, ou “nova classe média brasileira”.

Palestrantes:

- Cibele S. Rizek (USP): É professora do Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo do IAU/ Universidade de São Paulo e pesquisadora do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania, também da Universidade de São Paulo. Ela atua principalmente nos seguintes temas: cidades, reestruturação produtiva, habitação, espaço público e cidadania. 

- Christiane Girard (UnB): Doutora em sociologia. Dirige a linha de doutorado em Economia Solidaria e em sociologia clínica do departamento de sociologia da UNB. Pesquisadora associada do "laboraratoire international de sociologie clinique de Paris", universidade de Paris7, no Laboratoire de Changement Social.

- Isabel Georges (IRD) : É socióloga, pesquisadora do Institut de Recherche pour le Développement (IRD) - Unidade Mista de Pesquisa sobre desenvolvimento e sociedade DEVSOC e pesquisadora colaboradora do Centro de Estudos dos direitos da Cidadania, da Universidade de São Paulo e Professora credenciada da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar-DS).

JPEG

publié le 14/11/2015

haut de la page