24º Cafe Scientifique - 29/06, 19h - Cafe Daniel Briand, 104N

Os cientistas do IPCC (Intergovernemental Panel on Climate Change) afirmaram no seu último relatório que estamos agora praticamente certos que as principais causas do aquecimento global estão ligadas às atividades humanas e que se não houver uma alteração na tendência atual das sociedades, o mundo terá que enfrentar um aumento médio de 4°C associado às múltiplas consequências desastrosas. Um consenso internacional está sendo alcançado para evitar o aquecimento de mais de 2°C até o final do século. No entanto, para alcançar este objetivo, uma mobilização geral dos governos, da sociedade civil, das empresas, das autoridades locais e do setor financeiro é urgente. O ano de 2015 tornou-se o ano da luta contra as mudanças climáticas. O ano terminará com a conferência internacional em Paris sobre o clima, a COP21, grande oportunidade para chegar a um acordo sobre o clima global.

Neste café científico, vamos abordar e debater sobre os principais desafios e quais são as perspectivas para sua aplicação no Brasil. Como está o andamento da agenda climática ?

Como o Brasil participa desta mobilização que define a “agenda positiva” de soluções para o aquecimento global ? Quais são as propostas brasileiras em termos de transferência tecnológica para a mitigação e adaptação do clima ? Quais são as necessidades tecnológicas do Brasil e quais são as suas próprias capacidades ? E, principalmente, como o Brasil poderia se destacar através de energias renováveis e bioenergia ?

Palestrantes :

ANDRÉ FURTADO é formado em Ciências Econômicas, com mestrado e doutorado pela Universidade de Paris I. Fez pós-doutorado no CIRED em Paris. É professor titular do Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências da UNICAMP. Sua principal área de atuação acadêmica e cientifica é da economia da inovação aplicada ao setor de energia.

LAURENT DURIEUX é Especialista em clima e desenvolvimento sustentável da Embaixada da França, colocado à disposição do CGEE. Geógrafo, especialista em questões globais e monitoramento do ambiente por satélite, especialmente na Amazônia.

MARCELO POPPE é Consultor do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos em energias renováveis , biocombustíveis e mudanças climáticas. Ele é também o ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Energético, Ministério de Minas e Energia, responsável pela implementação da Política Nacional para as energias renováveis , a eficiência energética e a tecnologia

Café Daniel Briand (CLN 104)

Entrada franca

Ao vivo no Youtube !

JPEG

publié le 23/06/2015

haut de la page