18º Semana da Francofonia, de 16 a 26 de março de 2015

Evento investe em atrações diversificadas para a família inteira, durante 10 dias de intensa programação

A Semana da Francofonia, evento anual que tem como objetivo divulgar as culturas dos diferentes países da Organização Internacional da Francofonia em Brasília (OIF), chega a sua 18ª edição com uma ampla programação. De 16 a 26 de março, o público brasiliense terá a chance de conhecer um pouco mais da rica produção cinematográfica do Canadá, Suíça, Marrocos, França, Bélgica, Burkina Faso, Haiti e Gabão por meio de um festival de cinema. Além disso, estão previstas apresentações de música, dança e teatro, o tradicional Bazar da Francofonia, leitura de contos para crianças, exposição, entre outras atividades. A maioria delas de graça.

O evento é promovido todos os anos por cerca de cinquenta embaixadas acreditadas no Brasil, que integram o Grupo da Francofonia formado por países ligados à OIF. O grupo é coordenado por uma comissão de quatro embaixadores: do Haiti (atual presidente), e os embaixadores da França, Bélgica e do Senegal (vice-presidentes).

Entre os destaques da programação está o show do cantor suíço Bastian Baker no encerramento da semana, em 26 de março, com entrada franca. Ganhador do prêmio Swiss Music Award 2014 de melhor álbum pop-rock, será a primeira turnê do músico pela América Latina.

Ao cantar a música 79 Clinton Street durante a premiação da FIFA em janeiro, na cidade de Zurique (Suíça), Bastian Baker virou tema de discussões nas principais redes sociais por sua beleza e, claro, pelo seu talento musical. Baker já se apresentou em grandes eventos e ganhou o Swiss Music Awards na categoria Revelação do Ano, em 2012.

A 18º Semana da Francofonia contará ainda com um Festival de Cinema, de 18 a 22 de março, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Na programação, filmes raros como a animação Kiriku e a Feiticeira, um longa-metragem franco-belga dirigido por Michel Ocelot, que passou parte da infância na Guiné, onde conheceu a lenda de Kiriku. Destaque também para produções como A 5ª corda (Marrocos), Uma mulher não como as outras (Burkina Faso), Pé esquerdo, pé direito (Suíça), Felix e Meira (Canadá-Quebec) e Obali (Gabão).

O público terá oportunidade de assistir ao filme O Homem nas docas, do realizador haitiano Raoul Peck. Através da história de uma jovem menina haitiana, o diretor evoca a ditadura de François Duvalier. Peck é ativista político, ex-ministro da Cultura do Haiti e imprime em seus filmes as marcas da sua experiência política. Seus filmes abordam temas como a histórica política do Haiti, os movimentos de independência africanos, as relações de dominação e desigualdade social.

A programação engloba ainda o documentário Home, lançado em 2009 e produzido pelo jornalista, fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand. O filme é inteiramente composto de imagens aéreas de vários lugares da Terra.

Performance Ooups!, da companhia belga Cie Jordi L. Vidal, exposição de fotografia A Máscara Oculta (The Hidden Mask), do artista belga Kristof Degrauwe, jantar com o chef francês Lionel Ortega, peça de teatro "Tic-tac à la rue de Pingouins" (adaptação do texto de Gustave Akakpo), com direção de Gloria Magalhães (UnB), leitura de contos para crianças e Bazar da Francofonia completam o evento.

A FRANCOFONIA

A francofonia nasceu da iniciativa de três eminentes francófonos e Chefes de Estados africanos: Felix, Houphouet-Boigny, Costa do Marfim; Habib Bourguiba, Tunisia e Hamami Diori, do Níger. O dia 20 de março foi escolhido como Dia Internacional da Francofonia por ter sido a data da assinatura da Convenção da criação da Agência de Cooperação Cultural e Técnica (ACCT) em Niamey, Niger no ano 1970. Em 1997, a ACCT foi transformada em Organização Internacional da Francofonia (OIF) por disposição adotada durante a Cúpula realizada em Hanói, Vietnã, revisada em 2005 durante a Conferência de Antananarivo, Madagascar.
Trata-se de um dispositivo institucional que organiza as relações políticas e de cooperação entre os estados e governos da OIF. Comunidade linguística, envolve entidades estatais e governamentais que têm em comum a língua francesa e compartilham valores humanistas, culturais e democráticos.

Em janeiro de 2015, a Sra. Michaëlle Jean, canadense de origem haitiana, ex-governadora geral do Canadá, foi empossada como nova secretária geral da Organização Internacional da Francofonia. Ela se tornou a primeira mulher e a primeira personalidade não africana a ocupar esse alto cargo. A Sra. Jean deixou com sua família seu país natal, Haiti, e foi para o Canadá fugindo da ditadura de Duvalier quando ela tinha apenas 11 anos de idade.

Atualmente, a OIF integra 80 países espalhados pelos cinco continentes, sendo 54 membros, 23 observadores e três estados associados.

Os três estados associados são: Chipre, Gana e Catar. Os países membros da Organização Internacional da Francofonia (OIF) são: Albânia, Andorra, Armênia, Bélgica, Bulgária, Benin, Burkina Faso, Burundi, Camboja, Cabo Verde, Camarões, Canadá, Canadá Novo-Brunswick, Canadá-Québec, República Centro-Africana, Comores, Congo, Costa do Marfim, Dominica, Djibouti, Egito, Ex-República Iugoslava da Macedônia, Federação Wallonie–Bruxelas, França, Gabão, Grécia, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Haiti, Laos, Líbano, Luxemburgo, Madagascar, Mali, Marrocos, Maurício, Mauritânia, Moldávia, Mônaco, Niger, República Democrática do Congo, Romênia, Ruanda, Santa Lúcia, São Tomé e Príncipe, Senegal, Seychelles, Suíça, Chade, Togo, Tunísia, Vanuatu e Vietnã.

Os países observadores são: Áustria, Bósnia e Herzegovina, Croácia, Costa Rica, Emirados Árabes Unidos, Estônia, Eslováquia, Eslovênia, Geórgia, Hungria, Kosovo, Letônia, Lituânia, México, Moçambique, Montenegro, Polônia, República Dominicana, República Tcheca, Sérvia, Tailândia, Ucrânia e Uruguai.
Programação:

Exposição de fotos
Título: A Máscara Oculta / The Hidden Mask
Abertura: 17 março, às 20h
Visitação: 17 de março a 30 de abril, das 10h às 19h
Local: Espaço Cultural Ernesto Silva - Aliança Francesa | SEPS 708/907 lote A
Entrada franca
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS

Festival de Cinema
De 18 a 22 de março
Sessões às 10h, 15h, 19h e 21h
Local: Cinema - CCBB
Entrada franca
Classificação indicativa de acordo com o filme

Goût de France
Jantar com o Chef Lionel Ortega
Data: 19 de março
Horário: 20h
Local: Espaço Cultural Ernesto Silva | Aliança Francesa
Valor: R$ 255
Reservas: 61 8271-1718
Informações no site: int.rendezvousenfrance.com/fr/gout-france-good-france

* Parte da verba arrecadada com o evento será doada à ONG Amigos da vida, que atua na promoção e defesa dos direitos humanos de pessoas portadoras do vírus HIV e na prestação de cuidados às crianças órfãs da AIDS.

Teatro
Título: "Tic-tac à la rue de Pingouins” | adaptação do texto de Gustave AKAKPO. Direção de Glória Magalhães (UnB).
Data: 20 de março
Horário: 20h
Local: Auditório da Aliança Francesa
Duração: 60 minutos
Entrada franca
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS

Leitura de contos para crianças
Data: 21 de março
Horário: 18h
Local: Mediateca da Aliança Francesa
Entrada franca
Para crianças a partir de 4 anos. Não há necessidade de inscrição

Bazar da Francofonia
Data: 22 de março
Horário: 10h às 20h
Local: Aliança Francesa
Atração: Torneio Internacional de Pétanque
Entrada: R$5 (inteira), R$ 2 (meia)
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS

Show de encerramento da 18ª Semana da francofonia em Brasilia: Bastian Baker
Data 26 de março
Horario: 21h
Local: Teatro I - CCBB
Duração: 60 minutos
Entrada franca
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS

Informações à imprensa:

Atelier Comunicação Personalizada
Diana Leiko

61 3045-4434 | 3045-6434 | 8132-4929
diana@atelierbrasilia.com

publié le 03/03/2015

haut de la page